Terça, 09 Março 2021 15:30

Realidades plurais compõem estratégias para impulsionar o sistema Destaque

A atuação do Sistema Sicoob Rio tem na sua base a diversidade de públicos que as cooperativas atendem, o que resulta em uma multiplicidade de estratégias e canais para dialogar com cooperados e não cooperados, mostrando a expertise do sistema em lidar com pessoas. As realidades plurais mostram um caminho híbrido de expansão que une o físico e o digital. E que têm no digital o maior acelerador de interação e de novos negócios impulsionando a experiência que o Sistema Sicoob Rio quer popularizar.

Como precursor da experiência de um Ponto de Atendimento (PA) inteiramente Digital no Sistema Sicoob Rio, o Sicoob Cecremef inaugurou um modelo no cooperativismo financeiro do Rio de Janeiro que até hoje é visitado por cooperativas do Sicoob de diferentes estados. “Hoje várias cooperativas do Sicoob possuem este tipo de PA. Os investimentos são menores e a tecnologia disponível nos permite um gerenciamento em tempo integral”, afirmou Mauro Alves, diretor-presidente do Sicoob Cecremef, que no curto prazo vai privilegiar o PA Digital, no médio estuda abertura de agências e no futuro atuações específicas em alguns bairros do Rio que têm forte concentração de cooperados.

- A expansão do quadro social será um fator determinante para que possamos consolidar o Sicoob em grandes centros urbanos. Um dos nossos produtos com diferencial de preço é o Crédito. E ainda, as nossas operações de crédito são orientadas de forma que o cooperado utilize o recurso de forma consciente. Ao mesmo tempo, oferecemos excelentes opções de investimentos, com rentabilidade acima da média das instituições tradicionais. Nossa equipe de colaboradores é preparada para dar orientação seja para quem toma crédito, seja para quem quer fazer investimentos –, explicou o Alves.

O Sicoob Cecremef completará 60 anos no dia 17 de março e um dos maiores componentes desse sucesso é que todos os esforços de expansão de pontos de atendimento, aumento da base, tecnologia e oferta de produtos e serviços têm um olhar cuidadoso para o patrimônio dos cooperados e a preservação do Capital Social, que é um dos principais impulsionadores da cooperativa.

“Precisamos sempre primar para que a cooperativa seja um negócio rentável aos nossos cooperados e, desta forma, possamos remunerá-los de forma justa e ainda tenhamos fôlego para dar continuidade aos nossos programas sociais, que sempre foram o diferencial do Sicoob Cecremef ao longo dos nossos 60 anos. As ações culturais, esportivas e educacionais – principalmente através do Instituto Sicoob –, são devolutivas para os nossos cooperados e também uma forma de demonstrarmos para toda sociedade que através de ações cooperativas poderemos resolver, se não todos, mas a grande parte dos problemas que hoje se apresentam”, disse Alves.

Estratégia híbrida de crescimento

O digital é um caminho, mas a abertura de novas agências também é uma realidade no sistema. “Nesse contexto é importante ressaltar que apesar dos grandes avanços do Sicoob no campo digital, com oferta de excelentes mecanismos e reconhecimento público, isso não deve inibir a presença física das agências, especialmente no interior. O Sistema Sicoob é feito de pessoas, que efetivamente apreciam a aproximação no atendimento”, enfatizou Neilton Ribeiro, diretor-presidente do Sicoob Fluminense.

O Sicoob Fluminense segue uma linha de protocolos e um criterioso planejamento, com estudo das demandas do mercado e das localidades, quanto a sua política de expansão, segundo a cooperativa. “Nesse sentido, temos a pretensão de abrir novas agências este ano nos municípios de Cabo Frio, na área de Unamar; no Centro de Macaé; em Campos dos Goytacazes e também na localidade de Açu, em São João da Barra, estrategicamente devido ao início das operações do Porto do Açu, que geram nesse momento grandes expectativas. Já para 2022 estão na programação agências para as regiões Sul Fluminense e Serrana”, detalhou Ribeiro.

Enquanto o Sicoob Fluminense aponta um movimento contínuo para o interior, o Sicoob Empresas RJ, que já tem atuação em São Paulo para fintechs, vai agora reforçar e ampliar esse mesmo relacionamento na localidade para empresas de todos os segmentos.

– Em 2021 vamos aumentar a penetração no município de SP. Onde já temos um escritório que atende fintechs e agora vamos começar a abrir contas de Pessoa Jurídica de todos os tipos. Nós mudamos o nosso estatuto para evoluir nesse atendimento. No Rio de Janeiro estamos com expectativas de abrir escritórios comerciais em Nova Iguaçu e em Campo Grande no primeiro semestre, a fim de aumentar a quantidade de associados nessas áreas e com isso incrementar a nossa carteira –, definiu o superintendente do Sicoob Empresas RJ, Carlos Duarte.